Mercado Central

m8

Localizado no centro de Goiânia, Rua 03 n.322, é considerado o mais antigo mercado de Goiânia, tendo sido construído na década de 1950  sem nenhuma arquitetura sofisticada nem nada, possui três andares e varias lojas, uma mais interessante que a outra.

Desde de criança meu pai me levava ao mercado central, e isso fez com que eu mantivesse um certo apreço pela local. Lá você encontra artesanato de todos os tipos, brinquedos, artesanato, produtos de tabacaria, lindos trabalhos em renda, trico, madeira tudo feito a mão. O local também oferece produtos naturais, remédios, ervas, chás, sementes, xaropes. Em termos de produtos alimentícios, o mercado conta com açougues, abastecidos diariamente com inúmero cortes de carne, produtos derivados de leite, queijo diverso e bem caseiros, e os tradicionais e deliciosos doces ”Goianos” podemos citar aqui a é a ambrosia para quem não sabe, ambrosia é um dos doces mais antigos de Goiás, (de origem portuguesa) que data do século XIX  e fazia parte de todos os almoços e jantares de gala.

O mercado é isso! um local diferente, nada sofisticado, meio sujo e meio mal cuidado, mas é isso que ele oferece tradição, conservadorismo. Se mantém fiel as suas bases, suas raízes. Não vai além, não inova, porque essa é sua marca. E é isso que as pessoas esperam. Se você é da cidade e não conhece o mercado, corra pra la agora. Se você é um turista lhe convido a dar uma paradinha para experimentar um  ”empadão goiano” do seu Alberto que esta no local a quase 60 anos, sempre preservando a qualidade e a tradição do povo goiano. Seu Alberto relata que vende mais de 1000 empadas por dia. Para atender à demanda da clientela, ele começa cedo seu expediente: chega às 3 horas da madrugada para preparar a massa e só deixa o estabelecimento ao meio-dia.

m9

m1

m2  m4

m5

m6

m7

Anúncios

Lulu Mon’Amour – Rima aí queridinha quero ver se tu é boa mesmo! #i9vação no cenário musical Goiano

Lulu Mon’Amour – Rapper goiano se mostra inovador no movimento Hip Hop

By: Vinicius Rafael

300x300
https://myspace.com/lulumonamour

No ultimo evento teoria da ação cultura (TAC/UFG2013) que aconteceu no patio da facomb contamos com a presença de uma artista(o) Luíz Cesar, mais conhecido na cena HIP HOP de Goiânia  como Lulu Mon’Amour. Cheia de atitude mandou seu som e impressionou a todos que participaram do evento.

Natural de Goiânia, Lulu Mon’Amour é o primeiro rapper gay do Brasil e é considerado um pioneiro quando o assunto é hip hop e o universo homossexual.  A mademoiselle  vê o mercado do hip hop de certa forma fechado, se aventurando em um cenário que luta contra a descriminação é vista com esse olhar em pleno seculo XXI. Suas letras e rimas  retrata o cotidiano das pessoas denunciando em forma de rimas abusos contra a comunidade LGBT. A  cena do movimento brasileiro dispostos a apoiar um rapper publicamente assumido como insatisfatória e diz faltar mais disposição dos rappers heterossexuais em cena para futuras parcerias.

Apos uma entrevista com Danilo Gentile no programa Agora é Tarde. O Brasil pode conhecer mais uma carinha, personalidade de peso que representa nosso estado na cena musical de Goiânia. confira a entrevista na integra

lulumonamur2

click aqui ->Entrevista

Lulu declara “- Meu som é pra todas as manas, mulheres guerreiras e batalhadoras, gays, lésbicas ou qualquer pessoa que já sentiu desconforto, desprezo ou humilhação com qualquer preconceito seja de teor racial ou sexual imposto pela sociedade. “ “- falamos também de estabilidade amorosa nas letras, independência pessoal e luta diária na cena do rap que ainda é bastante.

Set List

https://soundcloud.com/lulumonamour

1
Foto feita pelo fotografo Iure Vaz no estudio de fotografia Fic/Facomb/UFG
2
Lulu monamour arrasando em frente ao mural de ”grafite” rs. ela e tudo!!! personalidade forte e cheia de atitude.
3
TAC 2013 apresentação no patio da FIC/UFG
foto: Vinicius Rafael

Todas as fotos utilizadas aqui tem o aval de Luiz Cesar (Lulumonamour)

Muitíssimo grato sua Linda!

A Arte do Grafite lá Na Lapa

Por: Sandra Lúcia Freire Costa

A Prefeitra resolveu usar os 300 metros quadrados de muro da Rua Cardeal Câmara, em  frente a Fundação Progresso, que estão se transformando em um colorido painel de grafite, como forma de conceientização a prática de grafite. O projeto é  parte do Programa Artipichação da Prefeitura  do Rio.                  

Os grafiteiros são personagens urbanos, com seus estilos apresentam suas artes. A vezes ás críticas, são  por motivos de esclarecimento á população e divulgação do seu trabalho, encarando desafios e descriminações.

Grafite é uma forma radical de viver, impõe uma marca, apresentando confronto de estilos de vida, a criatividade é sua própria visão , sendo suas obras pública, atingindo toda populção, sem propostas e planos tenta reproduzir.

Veja abaixo varias fotos que formam uma galeria que representa o estilo de grafite realizado nos muros da Lapa – Rio de Janeiro:

ImageImageImageImageImageImage

Mais informação:

http://lounge.obviousmag.org/otti/2013/04/a-arte-do-grafite-l%C3%A1-na-Lapa.html

E PARA VOCÊ O QUE FICa?

E PARA VOCÊ O QUE FICa?

 

Caminhando pela Faculdade de Informação e Comunicação (Fic), percebi no mural do corredor o seguinte enunciado “E para você o que fica?”, imediatamente veio na minha cabeça foi um trabalho que realizei na mostra cultural de Goiás, em que realizamos um sarau.

Quando digo realizamos, estou me referindo a mim e as minhas companheiras.

 Imagem

 

 

Nós estudantes do 2º período de biblioteconomia fomos desafiados a promover algum evento cultural pelo nosso professor (César Viana), e quando já não nos restava mais ideias ou alternativas, tivemos a ideia de promover um sarau.

 Imagem

 

 

Desde então, não paramos de trabalhar, correndo atrás de poetas, no qual nossa prioridade foram os jovens poetas de Goiânia e confesso que tivemos uma surpresa, afinal existem muitos jovens e brilhantes poetas.

 

Todavia, nossa expectativa aumentava a cada dia, vendo os excelentes trabalhos realizados pelos colegas de sala. Lógico que como todo grupo de pessoas, ocorreram aquelas pequenas desavenças, entre integrantes do grupo e também com os básicos puxões de orelha do teacher.

 

Então, o grande dia chegou e lembramos até hoje do friozinho na barriga, aquele medo de dar tudo errado… Então voltei a me perguntar o que fica nesse ano de 2013? Ficam novos aprendizados, principalmente para nós bibliotecários que somos responsáveis por adquirir a informação, trata-la e dissemina-la para o usuário. Essas pesquisas nos proporcionaram aumentar nosso embasamento cultural sobre a cidade de Goiânia e até mesmo em Goiás, nos fez entender que em um sarau pode ser tudo perfeitamente decorado, porem se não existir a colaboração de todos para que flua a coisa, não é possível ser chamado de sarau. Sabe, fica toda a felicidade de ter ocorrido tudo bem, mesmo depois de todas as dificuldades, chegar a um bom resultado final é muito satisfatório e vale lembrar, devemos enfrentar novos desafios sempre!

 ImagemImagemImagem

Principais eventos de Goiânia

Por : Frank Naves

Os principais eventos de Goiânia como: shows, teatros, museus, musicas, circos, exposições e concertos serão exibidos nas principais casas de shows e eventos, com uma vasta e variada escolha é um ótimo local de lazer para levar a família e apreciar os principais apresentações realizadas nos finais de semanas, feriados ou a noite nos dias de semana, achei um link interessante nele mostra uma agenda com todos acontecimentos culturais valores e locais onde ocorreram a amostra separado por assunto, assim somente clicar em qual evento que deseja ir e a data programando sua visita. Os preços dos ingressos dos eventos tem uma variação de valores podem ser gratuito até R$ 70,00 dependendo da apresentação. Neste links você fica antenado nos acontecimentos e exposições no meio da cultura não fiquem de fora!

 http://goiania.deboa.com/assunto/agenda-cultural-goiania

 

Um projeto que chamou muita à atenção foi “Música no Circo” O Espaço Sonhus apresenta todas as sextas feiras a partir das 18:30, no Lyceu de Goiânia, nele não é somente apresentado teatros, também shows, circo, produção cultural em geral. Fundado em 1996, por um grupo de amigo Teatro Ritual é hoje uma referência internacional em teatro ao longo de seus 16 anos de existência por diversas cidades do Brasil e em países da Europa, Estados Unidos e Japão. Começou em um colégio e hoje e visto mundialmente o grupo, tendo uma página até no facebook com fotos, agendas e história do grupo.

ImagemImagemImagem

Visita ao Museu Estadual Professor Zoroastra Artiaga

Por: Frank Naves

Uma breve visita ao Museu Estadual Professor Zoroastra Artiaga em uma plena terça-feira, logo na entrada vi a estrutura bem danificada e pintura de uma cor acinzentada meio azulada dando um ar de tristeza sendo necessário uma reforma, visando uma entrada que chamando mais atenção do publico, podendo ser feito um jardim com plantas do cerrado, esculturas dos artistas goianos e um fachada identificando o local, pois a população que passam na Praça Cívica não sabem que lá é um museu, se fizessem uma pesquisa, pois não tem nada mostrando que alI e um centro cultural, com isso incentivariam em verem o acervo valorizando a sua arquitetura e a construção em Art decó.

Neste dia não tinha muitos visitantes e o pouco que tinham eram estudantes de escolas públicas visitando o local, cada um vendo uma parte da história goiana internamente. Vi que ali tinha cada ala separada por coleções como: arte sacra, várias esculturas religiosas cada uma delas  expressando um ar de adoração, outras com revolução industrial, objetos indígenas… Mais o que achei interessante em todo o acervo foram as amostras de minerais, rochas e os animais empalhados, pois os animais não são meras esculturas e sim reais feito neles a taxidermia o nome técnico que se dá ao empalhamento, sendo somente utilizado o couro do animal e feito um enchimento com algodão para dar o volume, requer bastante trabalho pelo que entendo. Já os Minerais e Rochas são formados após milhões de anos com ação do calor e da pressão, fiquei pensando uma obra de arte natural que e necessário passar por todos estes procedimentos para ser formados e o homem vai lá escava e pronto? era cada peça mais bonita que a outra dando vontade de pega-las e ver de perto. Já cansado de tanto andar saí de lá encantado com o museu tanta obra para vermos e aprendermos com nossa cultura e muitas vezes as pessoas nunca foram fazer uma breve visita e talvez nem saiba onde fica e se existe, valeu muito a pena ter feito, recomendo para todos que se tiverem um tempo livre não pense duas vezes para irem ao Museu. Aqui abre de 8 as 18, de terça a sexta-feira exceto finais de semana e feriados. Localizado na Praça cívica.

Imagem

Biblioteca Braile Alves de Azevedo

Por: Frank Naves

 Visita realizada a Biblioteca em Braile que acho de grande importância a sociedade que e excluída por uma deficiência, mostrando a realidade vivida, que elas podem ter conhecimento e uma vida normal como todos nós. Nela conta com um grande acervo de livros com 2 mil exemplares sendo os mais procurados literários e publicados 100 livros por ano, também 500 em áudio e 10 mil digitais.

 Os serviços oferecidos são seleção, aquisição, catalogação e classificação. Possuem cadastrados 300 usuários e recebem visitas de 40 visitantes por mês a maioria de estudantes de escolas públicas, faculdades e moradores locais.

 Seu espaço físico conta com 270 m, divididos em sala infantil, Tele centro, Coordenação, resenha técnica, Suporte técnico, estudo em grupo e acervo com atendimento. Em 2006 foi aprovado um projeto da embaixada Japonesa para reformar a Biblioteca e adquirir móveis como: as estantes para colocarem os livros, computadores, sons, cadeiras e mesas para melhor atender os usuários. As dificuldades enfrentadas por ela são: a divulgação tanto da parte física por não ter um cartaz informando que lá e uma biblioteca especializada também o endereço onde e localizada, falta de transporte para trazer os usuários com dificuldade de chegar a instituição e financeira, pois para qualquer mudança ou precisão e necessário abrir uma licitação demorando a aprovação dos recursos.

 Recentemente recebeu homenagem a Diretora da Biblioteca Maria Eunice Suares Barboza com medalha de honra de seus ex-alunos da UFG que prestam serviços a comunidade. Ela que começou com este projeto de inclusão de deficientes a visitar o espaço e terem acesso os livros em braile, sendo também deficiente visual. Creio que com esta atitude dela pode ser não vista com grandes olhos pela população mais com uma pequena atitude pode transformar o conhecimento das pessoas a  crescerem intelectualmente. Seu horário de funcionamento para quem deseja fazer uma visita: De Segunda a Sexta das 8 hs as 17:45 hs.

Imagem

Goiânia Ouro

Por: Frank Naves

 Estava ansioso para apresentação do Quinteto de Metais no Goiânia Ouro, Era um dia esperado, parecia que o tempo não passava para a chegada da grande estréia do Grupo e apresentação do nosso trabalho.

Chegando ao evento achei o local bem agradável e aconchegante além do espaço tinha uma porta que dava acesso ao cinema e antes de subir a escada reparei que tinha uma loja que vendiam cds, livros e dvds, perguntei para o vendedor o que são aqueles produtos? E ele me disse que os produtos eram dos autores locais e obras independentes sendo produzidos com o recurso de incentivo a Cultura, apresentado ali seus trabalhos e comercialização de suas obras.

Fiquei pensativo em morar em Goiânia mais de 20 anos e não conhecer o espaço, que foi  fundado em 2006 contando com  teatro que pode ser  agendado a  apresentação das orquestra, concertos, palestras, danças. Para participar somente enviar a solicitação por e-mail ou ofício informando o horário, local e data das apresentações que terão a resposta. 

Já no cinema possui uma vasta mostras de outros países, nacionais e regionais,  o que achei interessante  foi o valor de R$ 2,00 nas sessões das 12:30 as 20 hs tendo uma  capacidade para 217 pessoas, adequado a classe de  baixa renda em assistir os filmes e valorizarem a cultura.

A apresentação do Quinteto de Metais foi realizado no Café Cultura um bar que é apresentando além de shows, palestras, mostras de livros acontecem músicas ao Vivo nas terças e sexta-feira apresentam o grupo de blue e jazz com entrada franca.

 As 19 hs começou o grande evento, com instrumento de sopro  que encantaram meus ouvidos com a união dos sons instrumentais e  música clássica que saiam deles, foi uma noite muito especial e tudo ocorreu bem conforme tinhamos organizado, ao sair  do  Café notei  que tinha um espaço chamado: “Espaço Prosa e Verso” nele possuí Biblioteca que o usuário poderá  tanto ler o livros que estão dísponíveis ou levar o seu,  e se necessário desejar fazer uma pesquisa possuem computadores para realiza-lá  pagando um valor de R$ 0,50 a hora excelente para realizar estudos e fazer trabalhos da faculdade, escolas ou do serviço. 

Foi muito produtivo a visita, pois além de conhecer o Goiânia Ouro e Quinteto de Metais aprendi como organizar eventos e fazer uma ação cultural.

ImagemImagem

Lendo a Lenda – A exposição

Por: Geisa Alves.

No dia 11 de novembro de 2013, o grupo Lendo a Lenda, composto pelos alunos: Franciele Moreira, Geisa Alves, Luiz Felipe Nunes, Natascha Fagundes e Thays Alvarenga, realizou sua primeira exposição, baseando-se nas lendas urbanas, contos de terror e conversas sobre os assuntos “macabros”, que marcaram a infância das pessoas presentes.

grupo

A exposição aconteceu no espaço cutural, Café – Goiânia Ouro, localizado no centro de Goiânia. Contou com a presença de alunos da Faculdade Federal de Goiás e com o público geral da cidade. Foi lido um conto de terror, do autor Edgar Alan Poe; foram contadas estórias de infância, não só pelos integrantes do grupo como também do público; um dos convidados criou um conto durante o evento e fez a leitura.

O local estava todo decorado com morcegos de papel preto, velas, e lendas expostas nas paredes vermelhas. No teto lustres se despendiam com fitas vermelhas e roxas. Todos os detalhes agregando para manter um clima de mistério, suspense e terror.

Luiz

Confira nossas fotos e fique atento para os próximos eventos. Você é nosso convidado. 

Lendas Modernas

Por: Franciele Moreira

Há muito tempo as lendas vem assustando gerações, mas mesmo assim, elas sempre despertam nosso interesse e curiosidade. Basta ver algum link que a curiosidade de saber o que há por trás do mesmo já surge.Deixo aqui uma seleção de links com lendas que selecionei considerando o fato de serem horripilantes e não tão conhecidas através do “boca-a-boca”.
E aí, vai dar uma olhada ou vai apenas ficar na vontade?!

“O devorador”
http://lendasnainternet.blogspot.com.br/2013/10/o-devorador.html

“A garota da fotografia”
http://pt-br.creepypastabrasil.wikia.com/wiki/A_garota_da_fotografia

“Fome de Amor”
http://horrorurbano.blogspot.com.br/2013/07/fome-de-amor.html

“Galo mágico da escola”
http://www.mrmalas.com/lendas/lenda.asp?id=21301

“A Barbie assassina”
http://lendasnainternet.blogspot.com.br/2013/10/barbie-assasina.html

“Garrafa de leite”

http://www.zumbicast.com.br/creepypasta-garrafa-de-leite/